quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Toalha: Girafas & Maria Eduarda

Postado por Gabriela de Amorim às 07:18 0 comentários


terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Toalha: Borboletas & Francieli

Postado por Gabriela de Amorim às 02:27 0 comentários


domingo, 19 de dezembro de 2010

Toalha - Coruja & Ingrid

Postado por Gabriela de Amorim às 09:30 0 comentários





Presentinho de Natal/2010

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Toalha: Fada & Sabrina

Postado por Gabriela de Amorim às 05:46 0 comentários



domingo, 12 de dezembro de 2010

Acaso uma caloura que não é ninguém?

Postado por Gabriela de Amorim às 03:49 0 comentários
Por que quando está longe de todas suas amigas ela é uma pessoa inteiramente diferente? Passa a ser o tipo de pessoa que não se importa se sua colega irá estar ou não bem vestida e/ou bem maquiada. Como tento ver sempre o que as pessoas têm de melhor, poderia dizer que talvez isso demonstre a pessoa profundamente sensível que há dentro dela lutando para sair.

Durante o tempo em que estive na faculdade, questionava-me sempre: "Por que, para início de conversa, você não diz realmente o que sente?". E sempre me vinha na cabeça a mesma resposta: "Porque algumas pessoas terminantemente não se importam com nada do que você possa estar pensando, passando ou sofrendo!". E por vezes o que ficava martelando em meus pensamentos era "Eu não estou entendendo nada!". Outro pensamento que por muitas vezes me tirou o sono, foi que talvez meu maior erro tenha sido a hipótese de que talvez tanta indiferença tenha brotado devido a minha preocupação para com os outros, afinal não queria que ninguém se sentisse excluída(o) e eu acabei sendo uma das pessoas que mais sofreu pela exclusão e indiferença.

Perguntas me atormetaram por muito tempo: "Por que ela é tão malvada? Será que ela não nota isso?". As únicas respostas que me ofereciam, caminhavam na direção de que eu precisava deixar de viver obcecada. E a essa altura eu era obrigada a reconhecer que me paralisava o fato de descobrir que alguém vivia a me analisar, durante 4 horas em que convivíamos nos 4 anos de segunda a sexta-feira!

Mas o fato que eu achava mais estranho é que me sentia muito esquisita sobre essa convivência, e isso piorava quando percebia que ela estava tão feliz com tudo isso. Pior ainda era quando ela e suas amigas começavam a rir como umas doidas e me causava enjoo ouviu e ver tudo aquilo. Como poderia haver graça em caçoar dos outros? Rir daquilo que as pessoas são? A única certeza que e tinha era de que não havia nada de engraçado nisso. O que é que eu poderia fazer por uma pessoa assim? Não que eu seja perfeita, nada disso, muito pelo contrário! Mas acima de tudo, tento sempre zelar pelo respeito ao meu próximo!

Diante de tantas inquietações, não me agradava o fato de que a maioria das pessoas que conviviam conosco adotassem uma política tipo não pergunte, não conte nada, não vejo nada e não me importo porque isso não me afeta diretamente. Isso não é assustador? Para mim, chega a soar pior do que filme de terror! Talvez a pior brincadeira de mau gosto dos adultos seja essa que tanto odeio: a de julgar através de comentários sarcásticos!

De qualquer modo, acredito na possibilidade de que ela se encheu de eu me oferecer para fazer coisas que fossem para o bem do grande grupo, como repassar e-mail e materiais extras ao grupo. E pior, essa hipótese me fazia mais maol ainda: "Deus do céu, às vezes sou mesmo burra. Por que faço coisas para pessoas que não me dão a mínima?".

O fato de ter que olhar pra elas das 13:30h às 17:10h e TODOS OS DIAS ÚTEIS, ou seja, menos nos sábados, domingos, feriados e nas férias me assustava, causava até pânico algumas vezes. Mas eu tinha uma esperança: com o final do curso, não teria que olhar para elas TODOS OS DIAS DA SEMANA.

Confesso que durante esses longos 4 anos de convivência forçada, em diversos momentos em que tive de dirigir minha palavra à elas, ou ao contrário, sentia que meu rosto ficava quente, quente. Quero dizer, como se eu estivesse QUEIMANDO. E no fundo, acredito que eleas devem ter compreendido que eu sabia que por vezes elas mentiam!

Texto baseado em sentimentos reais sentidos de 2007-2010 e inspirado para escrita após a leitura de parte da obra "O diário da princesa" de Meg Cabot.

domingo, 5 de dezembro de 2010

Natal a dois! Amor, Carinho e Cuidado!

Postado por Gabriela de Amorim às 11:22 0 comentários
Em março de 2006, começamos nosso relacionamento (eu e Leandro começamos a namorar). No mesmo ano, tínhamos a certeza de que nossa relação não era passageira. Começamos a fazer inúmeros planos juntos e o Leandro todo fofo, apoiou-me na ideia de montar minha primeira árvore na Natal. Como nasci em uma família que se separou quando eu ainda tinha 3 anos de idade, fui morar com meus tios, primos e meu pai. A família era grande, três adultos e cinco crianças, morando de aluguel era difícil pensar em algo tão "superficial" quanto comprometer parte da renda para comprar uma árvore de Natal.
Juntos, nós em 2006 escolhemos minha primeira árvore de Natal e nos anos seguintes, na medida do possível, íamos comprando uma ou outra coisa que nos agradava. Daí em diante, montamos juntos a nossa árvore, exceto quando a correria do dia a dia, não permitia que Leandro estivesse junto de mim. Mas mesmo longe, a árvore continuava a ser nossa, pois representa nossos sonhos e planos. Em 2009, duas crianças do Projeto Sábado Criativo (Amanda e Paulo) me ajudaram a montá-la e logo em seguida em 2010, outro menino do mesmo projeto me auxiliou nesta missão.
Em 2008, a voluntária do Projeto Social Sábado Criativo (Sandra) estimulou as crianças a fazerem cartões de Natal para a Tia Gabe e o Tio Le e esses posteriormente fizeram parte da decoração da árvore aqui em casa.

Um amigo nosso (Beto) até "batizou" carinhosamente em 2006 nossos dois bonecos de neve (Tiroliro e Lerolero).

Outros tantos sentimentos envolvem esse momento tão especial. Pois nosso foco não é encher a árvore de presentes para distribuir aos familiares e amigos (fizemos isso somente no primeiro ano). Nossa realidade é aproximarmos um do outro, de nossos amigos e das crianças da família através desse símbolo que encanta a tantas crianças e adultos.
Certamente nossos sonhos vão mudando ao longo dos anos, como noivar, casar, ter nosso próprio lar, montar a árvore com enfeites feitos por mim (o que demanda um tempo maior de dedicação). Mas o que fica de importante é que nosso amor se fortalece a cada dia, a cada desafio e sobretudo pelo fato de reconhecermos que o Natal é a comemoração do amor de Deus por nós, que nesta data, enviou seu único Filho para que pudéssemos refletir sobre nossa vida e o amor ao próximo.

sábado, 4 de dezembro de 2010

Toalha: Mamadeira, Chupeta & Sabrina

Postado por Gabriela de Amorim às 16:58 0 comentários


sábado, 20 de novembro de 2010

Toalha: Fundo do Mar & Ruan

Postado por Gabriela de Amorim às 19:41 0 comentários




sábado, 18 de setembro de 2010

Toalha: Pucca & Ana Beatriz

Postado por Gabriela de Amorim às 20:46 0 comentários




quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Almofada - Dálmatas

Postado por Gabriela de Amorim às 01:43 0 comentários


Esse bordado também foi um dos primeiros que fiz!



Almofada - Chico Bento e Rosinha

Postado por Gabriela de Amorim às 01:33 0 comentários


Esse bordado fiz há alguns anos, quando estava aprendendo a bordar em Ponto Cruz.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Motivo da criação desse Blog

Postado por Gabriela de Amorim às 11:06 0 comentários

Estava aqui pensando em fazer um diário, foi quando tive a idéia de fazer um novo blog, desta vez mais pessoal, onde eu possa escrever o que me venha à mente, na hora que me der vontade, ou quando me sobrar um tempo. Não tenho a ambição de divulgar o que tenho vivido, pensado, talvez só entre os meus amigos, ou mesmo só para desabafo pessoal...

Mas voltando a falar sobre como e quando pintou essa idéia: Sempre tive vontade de escrever um diário, iniciei várias vezes um ou outro, mas nunca dei continuidade, por diversos motivos e até por medo de registrar o que penso. Por incrível que pareça a cinco anos atrás eu sequer tinha um e-mail, a quatro anos eu “catava milho” no teclado e nem sequer tinha um computador, usava um na casa de meus primos ou pagava uma lan house.

Tenho orgulho de dizer que nesse período não entendia nada de computador, internet e mal conseguia tempo para acessar meu fotolog (primeira "modinha" mundial). Em seguida, a gerente da loja em que trabalhei criou uma conta no Orkut para mim e apesar dele existir na ocasião a 3 anos, poucas pessoas da minha rede de contatos acessavam diariamente. Em poucas palavras, eu não dominava nem o básico do básico da internet.

Mas em 2007 entrei num curso de nível superior e por lá a primeira alfinetada que me deram foi quando não preenchi meu e-mail na lista de inscrição. Tive que ouvir “Hoje em dia todo mundo tem e-mail! Como você não tem um?”. Na verdade eu havia feito um e-mail no IG, que nunca usei, outro no Zipmail, que foi cancelado por falta de uso, e na oportunidade eu tinha uma conta no Yahoo (que uso até hoje), mas que por não ter computador, nem acesso à internet, não havia colocado na ficha que havia preenchido. E diante da ignorância da pessoa que me atendeu, resolvi colocar lá meu contato virtual.

De lá para cá, criei outras contas de e-mail no mesmo servidor (para minha empresa e para o projeto social que coordeno), também comecei a usar meu MSN que já tinha mas raramente usava. Aprendi inúmeras coisas desde 2005, quando fui aos poucos fazendo parte desde mundo tecnológico. Esse ano fiz meu Facebook, meu Twitter e fiz um e-mail no Gmail para criar os 3 blogs, esse é o meu quarto blog. Aos poucos fui aprendendo a fazer sites gratuitos e fiz dois (também para minha empresa e para o projeto social que coordeno).

Retornando ao motivo da escrita de um "diário", sempre gostei de escrever mas nunca tive oportunidade de aprender com alguém as linguagens das tecnologias da informação. Como meu namorado dominava mais coisas que eu, com ele fui aprendendo a ter coragem de fuçar, "meter a cara" e ir aprendendo inúmeras coisas sozinha! Muitas vezes quebrei a cara, perdi meus documentos, mas jamais desisti e hoje domino algumas ferramentas melhor do que ele!

Em 2008, com a fase da monografia em minha vida, ganhei meu notebook e de lá para cá as coisas foram aumentando de proporções. Aprendi a fazer pesquisas no Google (isso mesmo não basta colocar uma palavra para se achar o que se quer), depois já no último ano da faculdade tive uma disciplina que a avaliação era através da participação em um blog criado pela turma e nesta ocasião também fazia uma disciplina de “Educação e Mídia” e foi no primeiro semestre deste ano, que descobri o quanto manter um blog é algo simples. Minha única dificuldade é na escolha do nome para meu domínio e este domínio aqui, faz menção as diferentes formas de como as pessoas me chamam, ou como me conhecem.

Sei que posts de blogs devem ser curtos, então para finalizar esse, quero dizer que a partir de hoje, eu inauguro esse blog, que tem como foco inicial (talvez eu mude, porque nada na vida é estático) registrar parte de meus sonhos, memórias, lembranças, sonhos, desejos, dúvidas, angústias, o que eu penso, o que analiso do mundo em minha volta, aprendizados etc... etc... etc... Nada voltado para uma “cultura letrada” (como às vezes publico no meu blog sobre literatura), mas algo que é meu, que é particular, em poucas palavras o meu baú virtual.

Bem vindos a esse meu mundo... , talvez ninguém chegue a ler esse meu post... Mas de qualquer forma deixo um grande abraço para quem conseguiu ler até o fim deste post.

domingo, 18 de julho de 2010

Enquete

Postado por Gabriela de Amorim às 19:22 0 comentários
Recebi por e-mail e resolvi responder ;)


01 - Nome ? Gabriela de Amorim
02 - Quantidade de velas no teu último aniversário? 2
03 - Tatuagens?Não
04 - Piercings? Não
05 - Já foi à África? Não
06 - Já ficou bêbado? Não
07- Já chorou por alguém? Sim
08 - Já esteve envolvido em algum acidente de carro? Graças a Deus NUNCA!
09 - Peixe ou carne? Depende da forma que é preparado... gosto dos dois.
10 - Música preferida?Gosto de várias... mas principalmente de estilos de música... e não de uma música específica: Gospel, samba, sertanejo, MPB, forró...
11- Cerveja ou Champanhe? Nenhuma das duas! Prefiro Coca-cola
12 - Metade cheio ou Metade vazio? Não entendi... hehehe
13 - Lençóis de cama lisos ou estampados? Lisos
4 - Filme preferido?Diversos, adoro comédia e desenhos...
15 - FloresAdoro todas!
16 - Coca-Cola simples ou com gelo? Com gelo. Amo coca-cola!
17 - Quem dos teus amigos vive mais longe? Tenho amigos espalhados por todo Brasil!
18 - Quem você acha que vai responder a esse e-mail mais rápido? Fernada... acho que ela está online e a Renata que me mandou hehehe
19- Quantas vezes você deixa tocar o telefone antes de atender? O de casa umas 2 ou 3 vezes, o celular quando não está no silencioso logo atendo.
20 - Qual a figura do seu mouse-pad? Não uso.
21 - Pior sentimento do mundo?Falsidade!
22 - Melhor sentimento do mundo? Fé e felicidade.
23 - O que uma pessoa precisa ter para ficar com você? Ser o Leandro Silvera hehehe
24- Qual o primeiro pensamento ao acordar? Vou ficar só mais 15 minutos... esse pensamento se repete geralmente durante umas 3 ou 4 horas kakakakaka
25- Qual o último pensamento antes de dormir? Tento refletir sobre algo que aconteceu no dia, oro e penso no que tenho que fazer no dia seguinte...
26 - Se pudesse ser outra pessoa, quem seria?Uma eterna criança, porém com todo conhecimento que já adquiri até hoje.
27 - O que você nunca tira?Não entendi ... kakakaka
28 - O que você tem debaixo da cama?

Poeira e sujeira kakakaka

29 - Qual a pessoa que talvez não te responda? Não sei mas acho que quase todos...
30 - Aquele que com certeza vai te responder? Não imagino.
31 - Quem gostaria que te respondesse? TODOS!!!!!
32 - Qual livro vc está lendo?Alguns de literatura infantil - tenho alguns no meu blog http://encantamentosdaliteratura.blogspot.com/
33 - Uma saudade? De ser criança e de alguns amigos.
34 - Uma característica tua: Amiga.
35 - Decepções que tive em minha vida... Com pessoas que não valorizaram a minha amizade e confiança.
36 - Lugares em que morei Florianópolis - SC (Nasci e sempre morei em Floripa ou São José)
37 - Programas de TV que assistia quando criança Castelo ra-tim-bum! Xuxa, Eliana, Angélica, Cocoricó! X-tudo...e outros desta época.... hahaha
38- Programas de TV que assisto hojeNo momento, vejo novelas da globo, jornais de várias emissoras, J6o soares, alguns seriados e alguns programas de variedades.


39 - Lugares em que estive e voltariaUrucibi, São Paulo, Porto Alegre, Itaara
40 - Formas diferentes que me chamam Gabe, Gabi, Gaby, Bi, Biela, Gabiru, Baixinha, Gabiruzinha, Tia Gabe, Mana, Filha, Amor.
41 - Pessoas que me mandam correios quase todos os dias Correio eletrônico minha amiga Anelise. Cartas são alguns amigos correspondentes, mas não todos os dias, mas algumas cartas por ano.
42 - Comidas FavoritasBatata Frita e linguiça calabresa, camarão... gosto de comer quase tudo... hehehe
43 - Lugar em que desejaria estar agora Aqui mesmo onde estou...
44 - Espero que este ano eu possa..Finalizar minha faculdade de Pedagogia na UFSC, ter minha empresa, viajar e poder estar mais tempo com a família e amigos!
45- Mande um recado pra quem te enviou: Tata, minha prima:Aiaiai que saudade dos tempos que ficávamos sempre juntas, eta infância boa, risadas, brincadeiras e passeios bons! beijones!
Ps: perdoe por encher sua caixa de e-mails kakakakak
 

Minhas Memórias Copyright © 2010 Design by Ipietoon Blogger Template Graphic from Enakei